Não gosto do que vejo ao espelho e já não sei como mudar

Amar o Corpo é possível. É esse o objetivo deste programa de 12 semanas.

 
Quero o meu lugar na próxima edição!

Amar o corpo é algo que me parece impossível.

Mudar o corpo é o que eu gostaria mesmo. Por que tudo seria melhor (ou mais fácil) se o meu corpo fosse diferente...

É uma luta constante com o corpo.

Não é de agora, já dura há anos. Não é apenas o peso ou o tamanho, é a forma do corpo, a pele, o cabelo, o tamanho do nariz ou das maminhas. Olho-me ao espelho e o corpo é um cartaz que mostra ao mundo que não sou capaz. Que sou uma falhada. Não sou suficiente.

Já fiz várias tentativas no passado para mudar.

Nenhuma funcionou verdadeiramente. Ou, quando funcionaram, foi temporário, o que me faz sentir ainda pior.

 

Sentir-se bem na sua pele pode ser a sua realidade. A culpa, frustração e vergonha não têm de ser o que sente quando se vê ao espelho. 

Quero fazer esta jornada.

Amar o Corpo é um programa de intervenção

baseado na nossa experiência clínica, na nossa experiência pessoal e nas abordagens científicas mais recentes para a ajudar a mudar a relação com o seu corpo.

Porque na realidade o que todas queremos é ser amadas e aceites pelo que somos. E se, no caminho, algo mudar no corpo, isso será um extra, não o objetivo.

Programa online de 12 semanas para que o faça ao seu ritmo e no conforto do seu espaço.

 

  • O equivalente a 4 meses de terapia e coaching;
  • 12 sessões online live para apoio extra;
  • Com abordagens da Neurociência, Cognitivo-comportamental (CBT), Mindfulness, Terapia da Aceitação e Compaixão (ACT), Hipnose, Terapia Relacional Dialética (DBT) e Coaching;
  • Acesso vitalício ao conteúdo para que possa rever e repetir sempre que quiser;
  • Oportunidade de acompanhamento em sessões de coaching individuais.

Juntámos anos de conhecimento e pesquisa...

para que tenha um programa eficaz, conveniente, acessível e cheio de impacto na sua vida.

É mesmo isto o que procurava!

Vamos ser claras sobre o que pode esperar:

  • Este programa não é mais um “cursinho” cor de rosa de boas energias e dar beijinhos no espelho. Neste programa irá muito mais fundo e tem de estar disposta a fazer o seu trabalho interior.
  • Não é um programa para perder peso, saber o que comer ou fazer exercício físico. É um programa para mudar a sua relação com o corpo. No entanto, seria impossível não falar sobre a nossa relação com a comida e há uma secção dedicada a este tema.
  • Amar o Corpo funciona tanto melhor quanto mais se dedicar ao programa. Pagar o ginásio e não pôr lá os pés é o mesmo que comprar este programa e não fazer os exercícios. Os resultados são reais para quem faz as tarefas.
  • O programa pode ser usado como complemento de outras intervenções (nutricionista, psicoterapia, exercício físico), por si só ou com acompanhamento individual personalizado (EMDR ou coaching).
  • Terá sessões em vídeo pré-gravadas com exercícios para implementar ao seu ritmo. Uma vez por semana acontecerá uma sessão ao vivo e em direto com a Catarina e a Cristiana para aquele reforço extra neste seu caminho.

Já ajudámos centenas de mulheres no seu caminho. Hoje é a sua vez.

Imagine um mundo onde:

  • O seu humor não é definido pelo número que aparece na balança.
  • Uma peça de roupa que não assenta é apenas uma peça de roupa, e não um drama que lhe diz que não é o suficiente.
  • Sente-se bem, confiante e livre. Porque sim. Sem precisar de filtros, maquilhagem ou disfarçar seja o que for.
  • Relaciona-se com as pessoas sem evitar intimidade, sem comparações e sem julgamentos.
  • É um modelo positivo para os seus filhos e para os que lhe são próximos, mostrando que é possível Amar o Corpo e cada pedacinho de si.

Esta é quem eu quero ser.

Inscrevo-me.

Cristiana Santos

Olá, eu sou a Cristiana!

Sou psicóloga clínica, terapeuta de EMDR e tenho um MBA aplicado em Business Psychology. Vivo em Londres e vivi muitos anos em Portugal.

Trabalho com mulheres (e homens) de várias nacionalidades, em diversos cenários e há um tema comum: a sensação de sucesso ou falha através da aparência. Lembro-me do CEO de uma multinacional ansioso porque toda a gente olhava para a sua barriguinha quando estava em reuniões. E lembro-me da mãe de dois filhos que foge da intimidade com o marido e os encontros com as amigas porque se sente gorda e desleixada. O tema é o mesmo: usamos o nosso corpo como um espelho do que se passa dentro de nós. E isso não se resolve com a dieta da moda.

Acredito que a solução passa por ir à raiz do problema, e sou super fã do processo de EMDR para o fazer. Mas também sei que há todo um processo em paralelo que potencia estes resultados. E foi assim que me juntei à Catarina para criar um programa de intervenção sério, bem fundamentado, equivalente a um processo terapêutico em que a única componente que lhe falta é o EMDR pois é muito individual e personalizado (e pode sempre complementar se precisar).

Este é o programa que gostaria de ter feito quando tinha vergonha do meu nariz grande, das minhas ancas largas ou das minhas pernas grossas. Este é o programa para o CEO e para a super mãe. Este é um pedaço da jornada que eu mesma fiz e ajudei centenas de clientes a fazer para deixarem de ser definidas pela sua imagem física.

Acredito que a vai ajudar na sua jornada de Amar o Corpo. Estou super entusiasmada por fazer consigo esta jornada para Amar o Corpo! Vamos juntas?

Sim, vamos!

Catarina Beato

Chamo-me Catarina, tenho 42 anos e três filhos. Estudei Economia e Comunicação Aplicada.

Percebi ao longo da vida que a relação com o corpo é das maiores dores que as mulheres enfrentam. Eu incluída. Falamos de mulheres poderosas e lindas que afirmam: odeio-me, odeio o que vejo ao espelho. Eu incluída.

Quando perdi 15 quilos vivi um momento de vaidade. Continuava a ver defeitos ao espelho mas adorava a forma como a roupa cabia, os elogios que recebia, o resultado das fotos que tirava.  Há uns anos, já depois de outra gravidez, um pós parto excelente, e o corpo que tomava como óptimo, num momento de dor extrema ganhei mais do que tinha perdido. Não foi um processo linear, sentia-me um fracasso, uma fraude. E em cada momento de ódio o peso aumentava ainda mesmo. Era a resposta à minha agressão.

Na minha história de vida cabe uma relação difícil com o corpo, episódios de compulsão alimentar, quinze quilos perdidos e quinze quilos ganhos. Mas foi desta luta que nasceu a vontade de estudar e ajudar outras mulheres.

A certificação como master coach foi apenas o início, ao qual juntei um processo terapêutico duro e transformador. E acreditem, é um exercício bem mais difícil que qualquer dieta ou manter aquele peso a que chamam ideal.

Hoje admiro o corpo a fazer exercício físico e adoro cada treino. Hoje compro roupa e olho vaidosa para o espelho, com direito a selfies, sem querer saber dos números. Hoje estou feliz nos trabalhos que faço e pronta para os desafios intelectuais que surgem. Hoje como saladas, brócolos, e legumes porque são deliciosos e não apenas porque não engordam. Hoje sei parar de comer quando já não tenho fome porque o corpo está a dar sinais e não porque estou a contar calorias. Hoje agradeço o facto de ter saúde. Independentemente da balança.

Quero que sinta o mesmo que eu.

Quero amar o corpo!
 

FAQ

 

Testemunhos

 

Cuca Abreu

"Fui jantar à casa de uma amiga minha que me falou da nova dieta que está a fazer. Disse-lhe que não faço nenhuma dieta e me sinto tão bem no meu corpo como nunca me senti. Sou o suficiente pelo que sou. Ela ficou a olhar para mim incrédula. Percebi que ela nem consegue imaginar o que é aceitar-se. Fico triste por ela, mas tão contente por mim.” 

Fale connosco

Para questões mais específicas pode sempre enviar-nos um e-mail [email protected]